20 de setembro de 2021

Alcoa planeja reiniciar capacidade de produção de alumínio na Alumar


São Paulo, 20 de setembrode 2021 – A Alcoa Corporation anunciou hoje que planeja reiniciar sua capacidade de produção de 268 mil toneladas métricas de alumínio por ano (mtpy) na Alumar, em São Luís (MA), que está suspensa desde 2015.

O processo para reiniciar a capacidade ociosa começará imediatamente. A entrega do primeiro lingote de alumínio está prevista para o segundo trimestre de 2022 e a capacidade total de 268 mil toneladas ao ano deverá estar operando no quarto trimestre de 2022. Até 2024, a redução será Alumar será abastecida com energia 100% renovável.

"Nossa decisão de religamento é baseada em uma análise que mostra que a redução pode ser competitiva em todos os ciclos, aproveitando a refinaria localizada na mesma planta, uma força de trabalho forte e estrutura de energia renovável", disse John Slaven, vice-presidente executivo e diretor de operações da Alcoa. "Com essa retomada planejada, poderemos aproveitar as fortes capacidades deste local e captar benefícios para nossos investidores, clientes, colaboradores e parceiros no estado do Maranhão."  

A redução é de propriedade conjunta de uma subsidiária da Alcoa e da South32 e possui três linhas de produção com uma capacidade operacional total de 447 mil toneladas métricas, o que inclui a participação da Alcoa de 268 mil toneladas métricas.  A Alcoa Alumínio, uma subsidiária integral da Alcoa Corporation, detém 60% da capacidade de redução; a South32 detém os 40% restantes. 

Otavio Carvalheira, vice-presidente de operações e presidente da Alcoa no Brasil, disse: "Estamos entusiasmados com o trabalho que está por vir para reiniciar com segurança e eficácia a redução da Alumar e agradecemos a colaboração do governo e da comunidade à medida que iniciamos esse importante processo de meses para reforçar a liderança da Alcoa e melhorar ainda mais nossa competitividade global".

A reinicialização da redução da Alumar envolverá a contratação de mais de 750 funcionários e aumentará os 850 funcionários diretos da refinaria de alumina localizada na planta.

O custo da reinicialização está previsto em aproximadamente US$ 75 milhões (R$400 milhões). As despesas de reinício previstas para o quarto trimestre de 2021 estão estimadas entre US$ 15 milhões e US$ 20 milhões antes dos impostos (US$ 10 milhões e US$ 13 milhões após os impostos), ou US$ 0,05 e US$ 0,07 por ação. Com esta retomada planejada, a Alcoa terá aproximadamente 80% de suas 2,99 milhões de toneladas métricas de capacidade global de redução de alumínio operando.

Sobre a Alcoa Corporation

A Alcoa (NYSE: AA) é líder global da indústria em produtos de bauxita, alumina e alumínio, e é construída sobre fortes valores e excelência operacional que remonta a 135 anos da descoberta que mudou o mundo, fazendo do alumínio uma parte acessível e vital da vida moderna. Desde o desenvolvimento da indústria do alumínio e ao longo de nossa história, nossos talentosos Alcoanos seguiram com inovações e melhores práticas que levaram à eficiência, segurança, sustentabilidade e comunidades mais fortes onde quer que operemos.

 

Divulgação de Informações da Empresa

A Alcoa pretende fazer futuros anúncios sobre desenvolvimentos da empresa e desempenho financeiro através de seu site, www.alcoa.com, bem como através de comunicados de imprensa, arquivamentos na Comissão de Valores Mobiliários, teleconferências e webcasts.

Declarações prospectivas

Este comunicado de imprensa contém declarações que se relacionam com eventos e expectativas futuras e, como tal, constituem declarações prospectivas dentro do significado da Lei de Reforma de Litígios de Títulos Privados de 1995. As declarações prospectivas incluem aquelas que contêm palavras como "antecipa", "acredita", "poderia", "estima", "espera", "previsões", "objetivo", "pretende", "pode", "perspectiva", "planos", "projetos", "procura", "vê", "deveria", "metas", "vontade", "faria" ou outras palavras de significado semelhante. Todas as declarações da Alcoa Corporation que refletem expectativas, suposições ou projeções sobre o futuro, além de declarações de fato histórico, são declarações prospectivas. As declarações prospectivas não são garantias de desempenho futuro e estão sujeitas a riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas e mudanças em circunstâncias difíceis de prever. Embora a Alcoa Corporation acredite que as expectativas refletidas em quaisquer declarações prospectivas sejam baseadas em suposições razoáveis, ela não pode dar nenhuma garantia de que essas expectativas serão alcançadas e é possível que os resultados reais possam diferir materialmente daqueles indicados por essas declarações prospectivas devido a uma variedade de riscos e incertezas. Informações adicionais sobre fatores que poderiam fazer com que os resultados reais diferem materialmente daqueles projetados nas declarações prospectivas estão contidas nos arquivos da Alcoa Corporation junto à Comissão de Valores Mobiliários. A Alcoa Corporation se isenta de qualquer obrigação de atualizar publicamente quaisquer declarações prospectivas, seja em resposta a novas informações, eventos futuros ou de outra forma, exceto conforme exigido pela lei aplicável.