29 de março de 2021

Instituto Alcoa inicia atividades de 2021 em suas três frentes de atuação: educação, geração de trabalho e renda e engajamento comunitário


Novas iniciativas de ajuda humanitária, além das ações do Programa de Apoio a Projetos Locais e do Programa Ecoa começam a ser retomadas nos territórios.

Passado pouco mais de um ano desde o início da pandemia, o país vive ainda um momento grave com a disseminação da Covid-19. Os diversos setores da sociedade começam a definir os próximos passos para enfrentar a situação, porém sem perder de vista a possibilidade de retomar ações junto às comunidades. 

É o caso do Instituto Alcoa. Fundada em 1990 no Brasil, a organização atua em territórios onde a Alcoa está presente - tais como São Paulo e Divinolândia (SP), Andradas e Poços de Caldas (MG), Juruti (PA) e São Luís (MA) - com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável das comunidades. Para responder a essa missão, sua atuação se apoia em pilares estratégicos: educação (com foco no Ensino Fundamental), geração de trabalho e renda e engajamento social. 

As três áreas se conectam aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), agenda da Organização das Nações Unidas (ONU) que endereça pautas globais a serem alcançadas até 2030 que, por sua vez, visam soluções para alguns dos problemas mais complexos e profundamente agravados pela pandemia.

Conheça a seguir algumas das principais iniciativas nas três frentes de atuação do Instituto Alcoa e as ações que estão sendo retomadas em 2021. 

Ajuda Humanitária

Poços de Caldas_Santa Casa (8)Em Juruti, o IA está apoiando o projeto Juruti contra a Covid-19. Coordenada pelo Instituto Juruti Sustentável (IJUS), a iniciativa conta com o apoio de United States Agency for International Development (USAID), NPI Expand, Palladium, Plataforma Parceiros pela Amazônia, SITAWI Finanças do Bem e Cooperativa da Agricultura Familiar de Juruti (Cooafajur).

Pelo projeto, serão doadas 2.000 cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade. O apoio será ampliado pela rede de colaboradores da Alcoa Brasil e de empresas parceiras por meio do programa Adote uma Família.

O município recebeu ainda um aporte de R$ 742 mil para reforçar a estrutura de saúde no combate à pandemia. O valor será revertido em itens médicos e na contratação de profissionais para o Hospital 9 de Abril, referência no estado do Pará no combate à Covid-19.

O recurso da Alcoa Foundation e do Instituto Alcoa se soma aos R$ 1,9 milhão já doados para o enfrentamento à pandemia.

Programa de Apoio a Projetos Locais

Posts_Programa de Apoio-02Realizado anualmente, o Programa de Apoio a Projetos Locais visa contribuir com a missão do Instituto Alcoa, apoiando iniciativas comunitárias de organizações da sociedade civil (OSCs) e do poder público relacionadas a duas áreas prioritárias do IA: educação (com foco no Ensino Fundamental) e geração de trabalho e renda e empreendedorismo. 

Na edição deste ano, podem participar da chamada organizações presentes nos municípios de atuação do Instituto: Juruti, Óbidos e Santarém, no Pará; São Luís, Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar, no Maranhão; Andradas, Caldas e Poços de Caldas, em Minas Gerais; além de Divinolândia, em São Paulo. As inscrições vão até 15 de abril. 

Em 2020, o Instituto Alcoa selecionou 15 projetos comunitários, aos quais destinou mais de R$ 2 milhões. “Para fomentar a transformação comunitária, tornando os territórios mais inclusivos e menos desiguais, acreditamos que o investimento no desenvolvimento sustentável das comunidades em parceria com as organizações locais é uma estratégia fundamental”, explica Monica Espadaro, gerente de projetos do IA.

Ecoa Gestão e Ecoa Formação

164718760_3841161835967720_4538684827946362359_oRealizado desde 2014, o Ecoa é o principal programa do IA voltado ao fortalecimento da educação pública em seus territórios de atuação. Até 2019, o foco central da iniciativa era aproximar escolas e comunidades, pessoas e instituições e, com isso, promover transformações positivas nas realidades locais. Esse período de seis anos gerou importantes aprendizados e conquistas, uma vez que envolveu 49 escolas, mais de 58 mil estudantes e 733 professores, que realizaram mais de 290 projetos comunitários. 

A partir do diagnóstico das demandas para melhoria da educação pública no país, o Instituto promoveu mudanças estruturais no programa, que deram origem a um novo desenho.

Atualmente, o Ecoa Formação, em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), oferece capacitação e assessoria às equipes técnicas das secretarias de educação, bem como a educadores das escolas participantes, em avaliação e nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Já o Ecoa Gestão, pilar que tem como objetivo o desenvolvimento de competências entre as equipes técnicas das secretarias municipais de educação e dos gestores escolares, é realizado em parceria com a Interação Urbana. 

Com a chegada da pandemia, as ações planejadas para 2020 tiveram que se adequar para apoiar as secretarias no planejamento de ações urgentes e específicas para cada localidade.

Em 2021, o Ecoa Gestão segue com o objetivo de contribuir para a melhoria da aprendizagem dos estudantes do Ensino Fundamental público a partir de ações que envolvem gestores educacionais e escolares. A ideia é envolver 28 escolas do Fundamental que já participaram do programa em 2020 (dez escolas de Poços de Caldas, dez de São Luís e oito de Juruti) e mais 36 novas unidades, 12 de cada município, totalizando 64 escolas participantes. 

O processo se dividirá em cinco etapas: coleta de informações e reconhecimento do território, diagnóstico, planejamento estratégico e monitoramento das secretarias, formação e, por fim, planejamento estratégico e monitoramento das unidades escolares. 

Por sua vez, o Ecoa Formação vai se dividir em quatro pilares: formação e assessoria a equipes técnicas das secretarias municipais de educação e equipes escolares; criação de tecnologia educacional e disseminação de conhecimento para mobilizar a comunidade educativa em relação a desafios como a desigualdade educacional; conteúdos didáticos; e produções sobre a área.

Engajamento comunitário

UnnamedDando continuidade aos ciclos formativos voltados ao avanço das estratégias de engajamento comunitário, geração de conteúdo e compartilhamento de conhecimentos, no mês de março, o IA reuniu as equipes de relações comunitárias nos territórios de Juruti, Poços de Caldas e São Luís para trabalhar a partir dos desafios projetados para 2021 e engajar lideranças internas e conselhos em planos de ação orientados pela estratégia do Instituto em suas três frentes de ação.

Essa ação será ampliada ao longo do ano com reuniões com a participação de especialistas a fim de orientar esforços de mobilização nos territórios.