31 de janeiro de 2020

2019 foi ano de transição estratégica do Instituto Alcoa


As causas definidas como norte de atuação (Educação, Geração de Trabalho e Renda e Engajamento) pautaram ações de formação, mobilização das comunidades e muito mais. Confira!

Jose Maria da Silva Juruti 2

Em 2019, o Instituto Alcoa (IA) se colocou novos desafios para atender a demandas socioambientais cada vez mais complexas em uma sociedade em permanente transformação. Às vésperas de comemorar 30 anos, implantou uma nova estratégia de atuação, que busca um impacto social ainda mais efetivo nas áreas de educação, geração de trabalho e renda e engajamento social.

A mudança de atuação é fruto de um amplo processo de diagnóstico e planejamento realizado em 2018 a partir da escuta ativa e colaborativa com mais de 120 representantes da sociedade civil, funcionários da empresa, gestores públicos e especialistas em investimento social privado (ISP). Por trás desse movimento está a perspectiva de convergir esforços, evitando a dispersão de investimento e buscando um impacto mais significativo – com ações ainda mais alinhadas às políticas públicas e às agendas globais.

Engajamento

O primeiro passo da jornada foi apostar e investir na força da participação e da mobilização das pessoas e comunidades para uma transformação efetiva.

O papel dos funcionários da Alcoa que atuam como voluntários e fazem parte das Equipes Líderes de Assuntos Institucionais e/ou Conselhos de Relações Comunitárias tem sido fundamental para o engajamento das comunidades nos territórios em que a Alcoa está presente: Juruti (PA), Poços de Caldas (MG) e São Luís (MA).

Além de contribuir com os resultados das ações comunitárias nos municípios, organizando e executando atividades e apoiando programas do Instituto, esses atores são responsáveis pelas articulações e diálogo com as comunidades, auxiliando as organizações locais na elaboração de seus projetos e contribuindo com a articulação com a gestão pública municipal.

Para garantir um grupo representativo, diverso, comprometido e alinhado às causas do Instituto Alcoa, um movimento de renovação e formação foi conduzido no primeiro semestre de 2019. 

Durante as rodadas de oficinas realizadas nos três territórios em maio e junho foram compartilhadas as novas diretrizes do IA, além de reflexões sobre a situação das três frentes de ação em cada território e as possibilidades de atuação conjunta em novas iniciativas de mobilização e engajamento das comunidades. Os encontros contemplaram ainda conhecimentos sobre Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), gestão, missão e a construção e implementação de planos de ação locais.

O conteúdo das oficinas foi reunido no Guia de Apoio à Mobilização Local, que subsidiou todo esse processo formativo. O material recupera a trajetória do Instituto Alcoa e traz dados e informações relevantes sobre a realidade de cada município para que os grupos possam pensar em ações concretas e efetivas de transformação dos territórios.

Um detalhamento das causas (educação, geração de trabalho e renda e engajamento social), assim como dos ODS que pautam essa atuação, também está presente no Guia. É possível ainda encontrar dicas e sugestões de iniciativas e projetos que podem ser desenvolvidos localmente, colaborando com o processo de mobilização local.

A formação incluiu também os participantes dos Conselhos Consultivos de Relações Comunitárias – grupos compostos com representantes do poder público, organizações da sociedade civil, associações comunitárias, entre outros atores fundamentais para a articulação constante com as comunidades, visando parcerias cada vez mais sólidas e efetivas, em acordo com as demandas locais.

Saeb

Em agosto, os grupos voltaram a se reunir para uma nova etapa de capacitação com a finalidade de estruturar seus respectivos planos de ação, sendo a primeira uma ação integrada, realizada entre setembro e outubro, em torno do calendário das provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) - aplicadas de 21 de outubro a 1º de novembro a fim de avaliar estudantes, professores, diretores e dirigentes da rede pública de ensino de todo o país.

O objetivo foi tanto preparar as comunidades escolares para os testes, para contribuir com a melhoria dos resultados dos municípios, quanto ampliar o entendimento e o engajamento de todos os setores acerca da importância da melhoria da qualidade da educação. Tanto as secretarias municipais de educação, quanto as escolas, além de funcionários e voluntários da Alcoa e toda a comunidade nos três territórios foram convidados e incentivados a se envolver com a causa.

Educação

O cenário de desafios na melhoria da qualidade, acesso e gestão da Educação Básica no Brasil, determinante para o desenvolvimento do país e a diminuição das desigualdades, tem colocado de forma cada vez mais contundente na pauta do dia uma atuação de todos os setores da sociedade.

Vista como um dos pilares da agenda pública no Brasil e no mundo para uma sociedade cada vez mais justa e menos desigual, a educação é tema do ODS 4 (“Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos”) e tem sido a principal área de atuação de institutos, fundações e empresas nos últimos vinte anos, de acordo com dados do Censo GIFE.

Em consonância com essa tendência, em 2019, a atuação do Instituto Alcoa no tema ganhou ainda mais força com o direcionamento de esforços e convergências para essa causa.

ECOA

Em 2019, o Ciclo II do Programa ECOA – Educação Comunitária Ambiental - principal iniciativa do IA no tema - entrou em seu terceiro ano de atividades com as 15 escolas participantes nos três municípios de atuação do Instituto Alcoa: Juruti (PA), Poços de Caldas (MG) e São Luís (MA).

Orientadas pelo método da Aprendizagem Baseada em Projetos, as escolas aprofundaram o conhecimento sobre seus territórios em diagnósticos socioambientais e, observando as demandas e potencialidades comunitárias, cocriaram e executaram projetos de intervenção locais.

Em setembro, as escolas do programa inscreveram seus projetos no Edital ECOA e conquistaram uma verba de R$1.500,00. Para colocar todas as ações em prática, além do apoio financeiro do Instituto Alcoa, as instituições também fizeram parcerias em suas comunidades para aquisição de materiais, mão de obra, entre outras formas de apoio. No total, 15 projetos foram desenvolvidos.

Iniciado em 2014, o ECOA já contabiliza a participação de 49 escolas, mais de 58 mil estudantes e 733 professores, realizando mais de 290 projetos, tais como hortas, bibliotecas comunitárias, parquinhos, mutirões de limpeza e campanhas públicas de conscientização ambiental.

Para Monica Espadaro, gerente de projetos do Instituto Alcoa, os projetos desenvolvidos pelas escolas em 2019 reforçaram a cultura de compartilhamento e de responsabilidade comum. “A metodologia da Aprendizagem Baseada em Projetos permite que o senso comum prevaleça e que todos que fazem parte da comunidade escolar possam contribuir para as melhorias idealizadas para as escolas. Dessa forma, o sonho, as conquistas e os aprendizados são compartilhados por todos, que se unem por um bem único.”

Voluntariado

Ao longo de sua trajetória, o Instituto Alcoa consolidou um legado na agenda com o desenvolvimento de diversos programas de incentivo ao voluntariado.

Uma das iniciativas mais reconhecidas do Instituto é o ACTION. A ação organiza grupos de no mínimo oito colaboradores para atividades diversas nos territórios, alinhadas, prioritariamente, às áreas de educação e geração de renda, em organizações, escolas, espaços públicos, etc. Além da dedicação voluntária dos colaboradores, as instituições são beneficiadas com uma doação do Instituto Alcoa no valor de R$ 10 mil. 

“O recurso financeiro doado pelo Instituto Alcoa para as organizações é muito importante, mas especialmente as horas doadas de trabalho consistente, principalmente por compartilharem e vivenciarem nossos valores nessas interações: agindo com integridade, trabalhando com excelência e cuidando das pessoas”, observa Tatiana Bizzi, gerente de programas do Instituto Alcoa.

Outra iniciativa do Instituto se dá pela parceria com a organização Junior Achievement há mais de 20 anos. Por meio dos programas e metodologia da instituição, voluntários são capacitados para ministrar aulas de preparação para o mundo do trabalho a jovens alunos do Ensino Médio de escolas e organizações parceiras em cada um dos territórios de atuação da Alcoa.

Em 2019, cerca de 700 voluntários se engajaram em 30 ACTIONs e seis iniciativas da parceria com a Junior Achievement. Essa última beneficiou 245 alunos, em 9 turmas,  com a participação de 64 voluntários.

“Quando pensamos em engajamento, os voluntários são os responsáveis pelas transformações nos territórios. Queremos agradecer os cerca de 700 voluntários que doaram seu tempo,  talento, conhecimentos e experiências e, com isso, transformaram a vida de centenas de pessoas. Um agradecimento também às equipes líderes de relações comunitárias das localidades, que além de se engajarem, são responsáveis por motivar tantos outros”, afirma Fausto Cruz, presidente do Instituto Alcoa.

Apoio a projetos

Para promover coletivamente a educação e o desenvolvimento dos territórios onde a Alcoa está presente, o Instituto Alcoa apoia projetos desenvolvidos por organizações da sociedade civil (OSCs) e/ou poder público.

Em 2019, foram investidos mais de R$ 1,8 milhão em 16 projetos, sendo R$ 720.604,38 na área da Educação (40%) e R$ 1.089.961,65 em Geração de Trabalho e Renda (60%).

Monica Espadaro, gerente de projetos do Instituto Alcoa, destaca que o Programa de Apoio a Projetos Locais é uma oportunidade de construir relações de confiança com organizações da sociedade civil e com as comunidades. 

“Os projetos apoiados em 2019 têm potencial de beneficiar cerca de 7.000 pessoas. Esperamos que esse número cresça ainda mais e que possamos contribuir com a melhoria dos índices educacionais e diminuição das desigualdades nos municípios, de forma a contribuir positivamente para a melhoria dos territórios em que atuamos.”

Comunicação

A revisão estratégica e o novo posicionamento institucional adotado pelo IA também configuraram novos parâmetros de comunicação e relacionamento, que se apoiam na capacidade de mobilização e engajamento do Instituto, buscando fortalecer agendas estratégicas para o país e conectando o que é local com o que é global.

Para acompanhar essa mudança, a estratégia de comunicação ganhou novos canais e produtos para comunicar mais e melhor as ações, conquistas e causas do Instituto.

Uma das novidades em 2019 foi a atualização da página do Instituto no site da Alcoa e a criação da área de Conhecimento. O novo espaço reúne notícias e informações produzidas a partir dos aprendizados e resultados vivenciados e adquiridos pelo Instituto ao longo de sua trajetória. O conteúdo tem como finalidade garantir a transparência das práticas, comunicar desafios e oportunidades e inspirar novas ações.

Já o Radar, boletim eletrônico mensal, traz novidades sobre os programas, projetos e ações nas três frentes de ação, além de dicas de leitura sobre o campo social. Para quem ainda não recebe o boletim e gostaria de receber, basta enviar um e-mail para instituto.alcoa@alcoa.com.br com o título "Quero receber o informativo".

Também em 2019 foi lançada a  página do Instituto no Facebook, onde, semanalmente, são compartilhadas informações sobre as ações dos projetos e programas nos territórios. Inaugurada em junho, a página já conta com mais de 500 seguidores. O post de estreia alcançou mais de 2.600 pessoas.