25 de setembro de 2020

Máscara + Renda alia prevenção e capacitação profissional de mulheres


Instituto Alcoa é parceiro da iniciativa, que incentiva e gera renda para costureiras e artesãs de todo o Brasil por meio da produção de máscaras.

WhatsApp Image 2020-09-24 at 11.21.54

Diante dos desafios trazidos pela pandemia, nasceu a Máscara + Renda, uma realização da Rede Asta e da Fundação Vale com a contribuição de diversos parceiros como o Instituto Alcoa. A iniciativa mapeia costureiras de todo o Brasil em situação de vulnerabilidade social e que perderam sua renda mensal durante a pandemia, oferecendo a elas uma nova forma de geração de renda. 

Além das matérias-primas, as costureiras recebem uma renda de até R$ 900,00 por mês para a confecção das máscaras pelo período de três meses. Nas localidades onde o Instituto Alcoa atua, as máscaras produzidas serão doadas para organizações locais que serão as responsáveis pela distribuição das máscaras para as pessoas mais vulneráveis. 

De acordo com Mônica Espadaro, gerente de projetos comunitários do Instituto Alcoa, a iniciativa demonstra a capacidade de diferentes empresas e investidores sociais em se unirem a favor de um bem comum. “O projeto está alinhado à forma de atuação do Instituto Alcoa ao gerar renda para artesãs e costureiras e, ao mesmo tempo, oferecer máscaras para as pessoas que não têm condições de comprá-las.”

O perfil das mulheres mapeadas até este momento do projeto é: 60% são chefes de família pertencentes às classes C e E, 52% vivem em regiões em situação de vulnerabilidade social, 82% têm filhos, 54% vivem em bairros periféricos, 54% têm escolaridade até Ensino Médio, 44% vivem com renda mensal de até R$ 750 e 43% têm 50 anos ou mais.

Para Maria Cristina Gonçalves, consultora de assuntos institucionais da unidade da Alcoa em Poços de Caldas (MG), o projeto é muito interessante porque, além de distribuir máscaras para as pessoas, também envolve um processo de capacitação da comunidade, em especial, de mulheres de baixa renda. “Em Poços, estamos disponibilizando um investimento de R$ 100 mil reais. Nosso foco será com as mulheres do Jardim Kennedy, bairro vizinho à fábrica da Alcoa, localizado na região Sul da cidade. Acreditamos muito nessa iniciativa pela capacitação de mulheres, em sua maioria, chefes de família que perderam suas fontes de renda com a pandemia.” 

Joana Burgos, supervisora de relações institucionais da Alumar, fala das expectativas com o início do projeto na região de São Luís (MA), principalmente por parte das costureiras beneficiadas. “Todas as artesãs são das comunidades vizinhas da nossa fábrica. Para nós é um projeto muito especial, pois contribui com o empoderamento feminino e a possibilidade de uma geração de renda neste momento tão difícil”.  

“A iniciativa surgiu como resposta à crise gerada pela pandemia, mas certamente permitirá aprendizados e conquistas para além deste período desafiador”, observa Mônica. 

"Para todos, a máscara é prevenção. Para elas, é também fonte de renda, de autonomia e de liberdade. O Máscara + Renda está alinhado aos programas de empreendedorismo da Fundação Vale, que criam alternativas sustentáveis de trabalho e inclusão produtiva para a geração de renda, com especial atenção para empreendimentos liderados por mulheres", complementa Pâmella De-Cnop, gerente da Fundação Vale.

Além do Instituto Alcoa, Máscara + Renda conta com a parceria de outras empresas como com a Wheaton Precious Metals, Petrobras e USAID, NPI Expand, Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) e SITAWI Finanças do Bem. São parceiros da iniciativa: BRK Ambiental, Yara, Suzano, Ultragaz, Eletrobras, Komatsu, Trafigura Foundation, Contour Global, Arcadis, Della Volpe, Klabin, VIX Logística, EDF Norte Fluminense, SAP e Microsoft. O Máscara + Renda conta ainda com o apoio dos parceiros mobilizadores: Vale, Coletivo COVID Radar, Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), Câmara de Comércio França Brasil, Deloitte, Instituto Acende Brasil, Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), Firjan, FINDES, FIEPA, SIMINERAL, União ES e Women in Mining Brasil. A iniciativa também foi selecionada como parte das ações da Agência dos Estados Unidos para Desenvolvimento Internacional (USAID) em parceria com a iniciativa PPA Solidariedade, uma das parceiras projeto. 

 

Sobre a Rede Asta

A Rede Asta é uma organização social que existe há 15 anos. Hoje, é uma empresa B Lab certificada com a missão de gerar renda para artesãs e costureiras do Brasil, sempre trazendo visibilidade, conhecimento e empoderamento financeiro. No início da pandemia, a Rede Asta lançou o localizador de máscaras, ferramenta online em que pessoas físicas compram direto das artesãs e costureiras que estão produzindo em casa.

 

Sobre a Fundação Vale

Criada há 52 anos, a Fundação Vale apoia e fortalece políticas públicas de educação, saúde e geração de renda, e fomenta negócios sociais nos territórios de atuação da Vale. A partir do diálogo e da imersão nos territórios, desenvolve e executa projetos sociais voluntários que visam à melhoria da qualidade de vida e fortalecem o acesso das comunidades aos seus direitos e serviços públicos essenciais.

 

Para mais informações sobre a iniciativa, acesse o site www.mascaramaisrenda.com.br e siga o projeto no Instagram através do perfil @mascaramaisrenda.