Releases


20 de Junho de 2013

Alcoa e Boeing criam programa “Ciclo Fechado” para impulsionar a reciclagem de ligas de alumínio aeroespacial

 

O programa também estabelece uma estrutura para expandir a reciclagem para uma cadeia de suprimento mais ampla e para todas as formas de alumínio

 

A Alcoa e a Boeing anunciam a criação de um programa de ciclo fechado para aumentar substancialmente a reciclagem de ligas de alumínio aeroespacial usadas na produção de aeronaves Boeing. O anúncio foi feito esta semana na Paris Air Show, em Le Bourget, na França.

 

O programa de reciclagem em ciclo fechado envolverá o transporte multimodal de sucata de alumínio, inclusive de ligas avançadas, das instalações da Boeing em Auburn e Wichita, para as instalações da Alcoa em Lafayette (Indiana, EUA), para fundição do metal e reciclagem em novos materiais aeroespaciais. O programa é voltado à reciclagem de ligas de alumínio das séries 2XXX e 7XXX, usadas na produção de componentes de asa e fuselagem de aviões Boeing, como folhas, placas e perfis extrudados em alumínio. De início, é prevista a reciclagem de cerca de 3,5 mil toneladas de alumínio por ano.

 

O novo programa também lança as bases para a ampliação das atividades de coleta de sucata junto a empresas contratadas pela Boeing e para a inclusão de outras formas de sucata de alumínio, inclusive resíduos da usinagem de peças.

 

“Este programa maximizará o valor dos materiais de sucata de alumínio em toda a cadeia de suprimento, ao mesmo tempo em que reduzirá o desperdício”, afirma Leslie Shuman, diretora da cadeia de suprimento para produtos laminados industriais, aeroespaciais e de transporte da Alcoa. “Ele também nos permite trabalhar em estreita colaboração com a Boeing para garantir a qualidade e integridade dos materiais que trazemos ao nosso sistema para reciclagem.”

 

A Alcoa é líder na reciclagem de alumínio e ajudou a criar a moderna indústria do alumínio, em 1888. Ao contrário de outros materiais, o alumínio é infinitamente reciclável e não perde nenhuma de suas características quando reciclado. De fato, cerca de 75% de todo o alumínio produzido desde 1888 ainda está em uso hoje.

 

Sobre a Alcoa


A Alcoa Alumínio S.A. integra a Alcoa Inc., líder mundial na produção de alumínio primário, alumínio transformado, assim como a maior mineradora de bauxita e refinadora de alumina do mundo. Com atuação em 30 países, a Alcoa Inc. possui 61 mil funcionários e integra pela décima primeira vez consecutiva o Índice Dow Jones de Sustentabilidade. Presente na América Latina e Caribe, a Alcoa conta com cerca de sete mil funcionários na região e possui operações no Brasil, Jamaica e Suriname. Neste ano, a companhia completa 125 anos de atuação no mundo.


No Brasil a companhia atua em toda a cadeia produtiva do alumínio, desde a mineração da bauxita até a produção de transformados. A Alcoa possui seis unidades produtivas e três escritórios distribuídos no Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal. A empresa possui ainda participação acionária em quatro usinas hidrelétricas: Machadinho e Barra Grande na divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul; Serra do Facão em Goiás; e Estreito, entre o Maranhão e Tocantins. Em 2012, a empresa registrou faturamento de R$ 2.6 bilhões no Brasil. No mesmo ano foi considerada referência em sustentabilidade, ficando entre as 21 empresas-modelo do Guia Exame de Sustentabilidade, além de ter sido reconhecida como uma das Melhores Empresas para Trabalhar pelo décimo primeiro ano consecutivo e a Melhor Empresa para a Mulher Trabalhar no Brasil, pelo Great Place to Work Institute. Para mais informações, visite o www.alcoa.com.br e siga @Alcoa no Twitter em twitter.com/AlcoaBrasil e no Facebook em facebook.com/AlcoaBrasil