Releases


09 de Abril de 2013

Instituto Alcoa promove 1º Painel Comunitário na Usina Hidrelétrica Machadinho – Carlos Ermírio de Moraes (SC)

 

Evento apresentará resultados dos projetos que a companhia desenvolveu na comunidade de 2008 e 2012, além de contar com a inauguração da reforma e ampliação da Sociedade Beneficente Hospital São José


Nos dias 18 e 19 de abril, o Instituto Alcoa realizará o primeiro Painel Alcoa e a Comunidade nos municípios da área de influência da Usina Hidrelétrica Machadinho – Carlos Ermírio de Moraes, Piratuba (SC) e Maximiliano de Almeida (RS).


Desde 1999, esses eventos são realizados periodicamente nas localidades de atuação da companhia, mas é a primeira vez que será promovido na região de um dos consórcios nos quais a companhia tem participação. A Alcoa possui 25,74% de participação no consórcio Machadinho, que também tem como sócios: Companhia Brasileira de Alumínio (CBA); Votorantim Cimentos Brasil Ltda.; Tractebel Energia S/A; Vale S/A; Companhia Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-GT); InterCement e DME Distribuição S/A (DMED).


No encontro, que reunirá representantes do Instituto Alcoa e da comunidade local no Centro de Eventos de Piratuba (SC), serão apresentados os resultados dos projetos comunitários implementados pelo Instituto Alcoa e Alcoa Foundation em parceria com os sócios do consórcio e de diversas organizações locais de 2008 a 2012. Neste período, o Instituto Alcoa investiu mais de R$ 1 milhão de reais na realização de 16 projetos na localidade e com as parcerias firmadas foram mais de R$ 2,4 milhões de reais.


Além da apresentação dos resultados para representantes da comunidade, os participantes terão a oportunidade de visitar as instalações da Usina e também quatro projetos comunitários apoiados pelo Instituto Alcoa. Entre as instituições visitadas estão a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Ipira, a Associação dos Produtores de Erva-mate de Machadinho (APROMATE), o Centro de Referência em Desenvolvimento Sustentável de Piratuba e o Sociedade Beneficente Hospital São José, que recebeu investimentos do Instituto Alcoa para sua reforma em 2012, a qual será inaugurada na ocasião.


“Essa será uma grande oportunidade para demonstrarmos os resultados alcançados pelos projetos sociais na região e reafirmarmos nosso compromisso com a comunidade e as organizações parceiras”, ressalta Camila Meirelles, vice-presidente do Instituto Alcoa.


Sobre o Instituto Alcoa

 

Criado em 1990, o Instituto Alcoa tem como missão gerar um legado de sustentabilidade nas comunidades onde a Alcoa atua, por meio de projetos estratégicos e articulados que valorizem e fortaleçam suas potencialidades. O Instituto atua em programas e ações de incentivo ao voluntariado corporativo, entre eles: ACTION, BRAVO!, Semanas Verdes e Mês Mundial de Serviços Comunitários; pelo Programa de Apoio a Projetos Locais e de seu signature program, o Programa ECOA - Educação Comunitária Ambiental, em parceria com o CIEDS. As áreas consideradas prioritárias para a realização de ações ou projetos comunitários são: educação, saúde, meio ambiente, segurança, governança, trabalho e renda. Desde 1995, o Instituto Alcoa juntamente com a Alcoa Foundation, investiu cerca de R$ 100 milhões em mais de 1900 projetos, beneficiando 39 cidades brasileiras e totalizando mais de 1,4 milhão de horas de trabalho voluntário.

 

Sobre a Alcoa

 

A Alcoa Alumínio S.A. integra a Alcoa Inc, líder mundial na produção de alumínio primário, alumínio transformado, assim como a maior mineradora de bauxita e refinadora de alumina do mundo. Com atuação em 30 países, a Alcoa Inc. possui 61 mil funcionários e integra pela décima primeira vez consecutiva o Índice Dow Jones de Sustentabilidade. Presente na América Latina e Caribe desde o final da década de 50, a Alcoa conta com cerca de sete mil funcionários na região e possui operações no Brasil, Jamaica e Suriname. Neste ano, a companhia completa 125 anos de atuação no mundo.

 

No Brasil a companhia atua em toda a cadeia produtiva do alumínio, desde a mineração da bauxita até a produção de transformados. A Alcoa possui seis unidades produtivas e três escritórios distribuídos no Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal. A empresa possui ainda participação acionária em quatro usinas hidrelétricas: Machadinho e Barra Grande na divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul; Serra do Facão em Goiás; e Estreito, entre o Maranhão e Tocantins. Em 2011, a empresa registrou faturamento de R$ 2.5 bilhões no Brasil. Em 2012, foi considerada referência em sustentabilidade e ficou entre as 21 empresas-modelo do Guia Exame de Sustentabilidade. Mais informações podem ser encontradas em www.alcoa.com.br.

 

Sobre a Usina Hidrelétrica Machadinho – Carlos Ermírio de Moraes

 

A Usina Hidrelétrica Machadinho construída no leito do Rio Pelotas entre os municípios de Piratuba, em Santa Catarina, e Maximiliano de Almeida, no Rio Grande do Sul, tem potência instalada de 1.140 MW e é a maior Usina Hidrelétrica com casa de força em Santa Catarina. Certificada pelas normas NBR ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001, a Usina utiliza a força da água para gerar energia limpa e renovável.

Há mais de 11 anos o Consórcio Machadinho vem contribuindo com o desenvolvimento brasileiro pela disponibilização de energia, atendendo a todos os requisitos ambientais. O bom relacionamento, a parceria estabelecida com a comunidade e a política de responsabilidade socioambiental levaram o Consórcio Machadinho e seus parceiros a investir mais de R$ 6 milhões em cerca de 70 projetos que proporcionaram melhores condições de educação, segurança, saúde, lazer e qualidade de vida para a população da região. Além disso, nestes 11 anos a Usina Hidrelétrica Machadinho já recebeu mais de 50 mil visitantes e repassou mais de R$197 milhões de reais a título de compensação financeira pelo uso dos recursos hídricos.