Releases


26 de Fevereiro de 2013

Programa Jovem Aprendiz é passaporte para mercado de trabalho

 

Parceria entre Alcoa e Senai oferece capacitação a estudantes de Juruti, no oeste do Estado

 

Para impulsionar o desenvolvimento da região e valorizar a mão de obra local, a Alcoa, em parceira com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), aposta na formação de novos profissionais por meio do programa Jovem Aprendiz, no município de Juruti, no Oeste do Pará. Com esta iniciativa, jovens estudantes com idades entre 16 e 24 anos, participam de um processo seletivo concorrido, mas que é um passaporte para ingressar no mercado de trabalho. Durante os cursos, os alunos passam por aulas teóricas e práticas, além de participar de um estágio supervisionado por funcionários da Alcoa, na mina de bauxita de Juruti.

 

Quem tem a chance de participar do programa não esconde a satisfação e já desenha planos para o futuro. "O curso superou as minhas expectativas. Logo no início, as primeiras aulas já foram suficientes para despertar a vontade de seguir carreira na área", revela o estudante João Wagner Santos, da turma de Operador de Manutenção Eletromecânica, que está se dedicando ao máximo para alcançar uma oportunidade dentro da própria empresa.

 

O principal objetivo do Jovem Aprendiz é formar novos profissionais e oferecer aos estudantes qualificação e instrumentos para conquistar o primeiro emprego. De acordo com Rogério Ribas, gerente de Recursos Humanos da Alcoa Juruti, a participação da Companhia neste programa reafirma o compromisso da empresa com a educação e o crescimento da região. “Valorizar a mão de obra local é um dos fatores que nos permite crescer com sustentabilidade, gerando emprego e renda para quem vive aqui. Trazer um programa como este para o município, que vem de uma cultura extrativista e hoje está construindo uma cultura industrial, oferece aos jovens outros horizontes e caminhos profissionais. Acreditamos que o sucesso da Alcoa Juruti será medido quando tivermos lideranças formadas no próprio município, a exemplo de outras unidades da Empresa. Esta é a nossa meta aqui no Pará e o Jovem Aprendiz abre esta oportunidade”, afirma.

 

Em Juruti, o programa integra um conjunto de iniciativas para qualificar a mão de obra local, abrangendo cursos de capacitação para a população local, inclusive na zona rural, beneficiando cerca de três mil pessoas desde 2006.

 

A jovem aprendiz Cristiane Moreira de Souza acredita que o curso de Operador de Manutenção Eletromecânica irá contribuir de forma significativa para a sua formação profissional, pois aborda assuntos que não são vistos durante o ensino médio, o que funciona como um diferencial.  “Eu vejo nesse curso uma porta aberta para o mercado de trabalho e uma oportunidade muito grande de seguir carreira dentro da Alcoa; entrando com técnica e crescendo cada vez mais, sempre aprendendo”, comenta.

 

Os alunos de outras turmas, que concluíram o curso de Eletricista de Manutenção Industrial, afirmam ter hoje  uma visão diferente a respeito da  eletricidade: o medo que existia no início das aulas, deu lugar à admiração e à vontade de aprender cada vez mais. “Gostei muito do curso, e pretendo seguir a carreira, fazer uma faculdade de Engenharia Elétrica, e vou me esforçar para isso”, conta Anisson da Silva, um dos jovens participantes do programa.

 

Sobre a Alcoa

 

A Alcoa Alumínio S.A. integra a Alcoa Inc, líder mundial na produção de alumínio primário, alumínio transformado, assim como a maior mineradora de bauxita e refinadora de alumina do mundo. Com atuação em 30 países, a Alcoa Inc. possui 61 mil funcionários e integra pela décima primeira vez consecutiva o Índice Dow Jones de Sustentabilidade. Presente na América Latina e Caribe desde o final da década de 50, a Alcoa conta com cerca de sete mil funcionários na região e possui operações no Brasil, Jamaica e Suriname. Neste ano, a companhia completa 125 anos de atuação no mundo.

 

No Brasil a companhia atua em toda a cadeia produtiva do alumínio, desde a mineração da bauxita até a produção de transformados. A Alcoa possui seis unidades produtivas e três escritórios distribuídos no Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal. A empresa possui ainda participação acionária em quatro usinas hidrelétricas: Machadinho e Barra Grande na divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul; Serra do Facão em Goiás; e Estreito, entre o Maranhão e Tocantins. Em 2011, a empresa registrou faturamento de R$ 2.5 bilhões no Brasil. Em 2012, foi considerada referência em sustentabilidade e ficou entre as 21 empresas-modelo do Guia Exame de Sustentabilidade. Mais informações podem ser encontradas em www.alcoa.com.br.