Releases


14 de Fevereiro de 2013

Alcoa e Senai capacitam técnicos no Oeste do Pará

 

Companhia investe em cursos pioneiros na região para a formação de novos profissionais

 

Após a excelente experiência na formação dos primeiros técnicos de Meio Ambiente e Segurança no município de Juruti, a Alcoa, que possui unidade de mineração de bauxita no Oeste paraense, investe agora na formação de turmas de Técnicos de Mineração e Eletromecânica. Os cursos, desenvolvidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai, seguem até o primeiro semestre de 2014 e são pioneiros na região. A iniciativa tem o apoio da Alcoa e reforça o compromisso da Companhia de potencializar os investimentos e valorizar a mão de obra local, contribuindo com a formação de profissionais qualificados para o exigente mercado do setor mineral. Atualmente, a Alcoa Juruti mantém a média de 76% de paraenses em seu efetivo total de colaboradores diretos e indiretos.

 

Os cursos técnicos são ofertados para a população e funcionários da empresa. Para garantir a excelência na formação, os alunos contam com laboratórios equipados com tecnologia de ponta e o acompanhamento contínuo de profissionais da área. Recentemente, as turmas de Técnicos de Mineração visitaram a planta industrial da Companhia como parte de suas avaliações. Em breve, os futuros técnicos vão iniciar uma nova fase do curso. Eles terão a chance de vivenciar de forma mais ativa a rotina dentro da própria mina, por meio de visitas monitoradas e experiências de estágio, onde poderão também fazer parte de todas as etapas do trabalho de extração de bauxita.

 

Para Gláucia Lira Moreira, que é moradora de Juruti e antes trabalhava como autônoma no comércio de alimentos, participar do curso técnico de mineração é um desafio para se reposicionar no mercado, principalmente em um segmento que está em ascensão no Estado. "Esta experiência é enriquecedora para mim e eu planejo seguir carreira na área. Minha meta é concluir o curso e ingressar no mercado. Essa oportunidade é ímpar e eu estou gostando muito", enfatiza a aluna. “A Alcoa, junto com o Senai, tem apostado cada vez mais na qualidade dos cursos profissionalizantes e na estrutura tecnológica e de laboratórios para aprimorar as atividades. Para nós é um orgulho oferecer cursos certificados aqui na região e devolver para o mercado profissionais de alto nível, preparados para atender com eficiência às demandas e exigências do mercado, cada vez mais competitivo”, afirma Célia Oliveira, consultora em educação da Alcoa.

 

Além dos investimentos em educação de nível técnico, a Alcoa Juruti tem um amplo programa de qualificação em conjunto com o poder público e instituições especializadas em educação. Como resultado, mais de três mil trabalhadores já foram capacitados na região e, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Juruti, cerca de 2300 profissionais da educação foram treinados, desde a chegada da mineradora, em 2006. Somado a isso, foi criada a cátedra de Ciência e Engenharia Ambiental em parceria com a Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), a Comissão Fulbright no Brasil e a Embaixada dos Estados Unidos, e está em andamento o convênio entre a UFOPA e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) para promover o Mestrado em Engenharia Mineral; e a parceria entre a UFOPA e a Universidade Federal do Pará (UFPA) para realização de MBA em Manutenção de Equipamentos na Indústria de Mineração.

 

Quem faz parte do processo e acompanha de perto as iniciativas da Companhia, reconhece as ações da empresa como alternativas eficientes para valorizar a comunidade onde atua. Para Wagner Ferreira dos Anjos, que é paraense e trabalha na área de embarque de navios na Alcoa Juruti desde 2010, mais do que trazer cursos que a população até então não tinha acesso na própria cidade, a Alcoa está contribuindo para o desenvolvimento de pessoas no município. "A gente não precisa mais sair daqui para outros lugares ou para a capital em busca de capacitação. Hoje eu tenho a oportunidade de aprender e continuar trabalhando ao mesmo tempo. Isso deixa as pessoas mais motivadas e engajadas a ficar aqui e atrair investimentos para a região", finaliza Wagner, que também é aluno do curso técnico de mineração.

 

Sobre a Alcoa

 

A Alcoa Alumínio S.A. integra a Alcoa Inc, líder mundial na produção de alumínio primário, alumínio transformado, assim como a maior mineradora de bauxita e refinadora de alumina do mundo. Com atuação em 30 países, a Alcoa Inc. possui 61 mil funcionários e integra pela décima primeira vez consecutiva o Índice Dow Jones de Sustentabilidade. Presente na América Latina e Caribe desde o final da década de 50, a Alcoa conta com cerca de sete mil funcionários na região e possui operações no Brasil, Jamaica e Suriname. Neste ano, a companhia completa 125 anos de atuação no mundo.

 

No Brasil a companhia atua em toda a cadeia produtiva do alumínio, desde a mineração da bauxita até a produção de transformados. A Alcoa possui seis unidades produtivas e três escritórios distribuídos no Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal. A empresa possui ainda participação acionária em quatro usinas hidrelétricas: Machadinho e Barra Grande na divisa dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul; Serra do Facão em Goiás; e Estreito, entre o Maranhão e Tocantins. Em 2011, a empresa registrou faturamento de R$ 2.5 bilhões no Brasil. Em 2012, foi considerada referência em sustentabilidade e ficou entre as 21 empresas-modelo do Guia Exame de Sustentabilidade. Mais informações podem ser encontradas em www.alcoa.com.br.