Usina Hidrelétrica Barra Grande


Energética Barra Grande

 

A Energética Barra Grande S.A. (Baesa) foi constituída em 27 de setembro de 2001, data em que obteve a concessão da Usina Hidrelétrica Barra Grande, empreendimento construído nas Serras Catarinense e Gaúcha, no leito do rio Pelotas, entre os municípios de Anita Garibaldi (SC) e Pinhal da Serra (RS). A Baesa é uma empresa formada pelo consórcio de cinco investidores, com 42,2% de participação da Alcoa. Os demais integrantes do investimento são: CPFL – Geração (25%); Companhia Brasileira de Alumínio (15%); InterCement (9%) e DME Energética (8,8%).

 

A Usina Hidrelétrica Barra Grande entrou em operação em 1° de novembro de 2005, quando sua primeira unidade de geração foi ativada. Em fevereiro de 2006, a segunda unidade entrou em funcionamento e, três meses depois, em maio, a terceira e última unidade iniciou sua operação. A potência máxima instalada é de 708 megawatts, quantidade suficiente para suprir 26% da demanda de energia de Santa Catarina, ou 17% do total de energia consumido no Rio Grande do Sul. Cada unidade geradora tem potência instalada de 236 megawatts.

 

Em 4 de janeiro de 2008, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) renovou a Licença de Operação (LO) n.º 447/2005, referente à operação da Usina Hidrelétrica Barra Grande, por seis anos, reconhecendo a boa qualidade das ações socioambientais desenvolvidas pela Baesa.

 

Responsabilidade Social

 

Com o objetivo inicial de gerar energia, a Baesa foi além: desde o início de sua construção, o empreendimento gera empregos, renda, oportunidades, qualidade de vida, motivação e perspectivas para uma região de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e para uma população com diversas carências. Graças à concretização de inúmeros projetos socioambientais, a Baesa se destaca como empreendimento fundamental para impulsionar a economia e oferecer bases sólidas para o desenvolvimento da região de abrangência da Usina.

 

Em busca da sustentabilidade e energia confiável no longo prazo, a Alcoa acredita que a instalação da Baesa representa um importante passo para o Brasil e a indústria do País. Além dos investimentos em torno de R$ 1,5 bilhão, a hidrelétrica investiu mais de R$ 200 milhões em ações de compensação socioambiental e projetos de responsabilidade social.

Muitas das ações desenvolvidas pela Baesa na área de sustentabilidade são reportadas anualmente em seu Relatório de Sustentabilidade.

 


Saiba mais 

 

Meio Ambiente
Comunidade
Características Principais