Poços de Caldas (MG)


A fábrica de Poços de Caldas (MG), fundada em 1965, foi a primeira unidade da Alcoa no País. Na ocasião, recebeu o nome de Alcominas. As atividades tiveram início em 1970 e, 10 anos depois, passou a se chamar Alcoa Alumínio S.A.


A unidade possui operações de mineração, refinaria, refusão e pó de alumínio, onde são produzidas aluminas calcinadas e hidratadas e pó de alumínio - fabricado apenas no Brasil, entre todas as unidades da Alcoa na América Latina.


A produção de hidrato e alumina é direcionada às indústrias de sulfato de alumínio, papel, dióxido de titânio, polimento de lentes e metais, aluminatos de sódio, retardantes de chama, fabricação de vidros, pigmentos, produtos refratários, cerâmicos, abrasivos e eletrofusão, entre outros segmentos.


O pó de alumínio (destinado aos setores de refratários, metalurgia e químicos) é comercializado no mercado interno e também exportado para o Japão, Europa, Estados Unidos e Mercosul. A unidade produz, ainda, o alumínio em pó fino, utilizado na fabricação de pigmentos para a indústria automotiva e de equipamentos eletrônicos.


Em Poços de Caldas, também está localizado, desde 2005, o Global Business Services (GBS), onde a empresa centraliza serviços das áreas administrativas e financeiras.